domingo, 21 de março de 2010

Blues de primeira

A ida a Caxias do Sul para acompanhar o 5º Salão Gaúcho de Turismo rendeu momentos especiais.

Estar entre amigos, reencontrá-los, sempre é sinônimo de boas risadas. Fazer novos parceiros então, é show de bola.

E aqui também já fica uma dica para quem subir à Serra. No Moinho da Estação, junto à antiga Estação Férrea, local que conjuga uma série de barzinhos noturnos, no bairro São Pelegrino, existe umas dessas casas que a gente entra e não sente vontade de sair. É o Mississipi Delta Blues Bar. Especialidade: Blues. Ali, conheci um quarteto de qualidade.

Eles formam a Mercedes Blues Band. Junior (vocal e guitarra) Ronaldo Motola (baixo), Arnaldo Barreto (bateria) e Enio Medina (teclado e gaita) tocam um autêntico blues de raiz.

E o blues? Bom, quem não se contagia com a magia dos seus acordes, batidas e sons? O ritmo, criado na entrada do século passado pelos escravos negros das plantações de algodão do Delta do Mississipi, atravessou décadas de preconceito.

Hoje, a música, que teve monstros sagrados como B.B. King de representante, é universal e cada vez mais atual. À portoalegrense turma da Mercedes, meu registro pelos singulares momentos de convívio. E o agradecimento pela maravilha de blues tocado.

No Mississipi, gravei uma das obras executadas pela Mercedes para compartilhar com os leitores deste espaço. Clique abaixo e confira um trecho.
video

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leg