quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Começa a regularização no Getúlio Vargas


Na última terça-feira a prefeitura começou a fazer um levantamento nas casas do bairro Getúlio Vargas que foram consideradas fora das áreas de preservação. Em audiência entre município e Ministério Público, neste mês, havia sido acertado o fornecimento de luz e água para estas famílias, moradoras entre o Arroio Duro e a Sanga do Passinho. Denominada Projeto More Legal, a ação de regularização fundiária envolve, além da prefeitura, o Ministério Público, Poder Judiciário, Cartório do Registro de Imóveis, Tabelionato e outras instituições.
Já os moradores da área de preservação serão removidos para o Loteamento das Flores, cujo projeto está em execução. Serão 130 terrenos a serem doados às famílias.
O processo de regularização, coordenado pelo advogado Fulvio Lessa e cujo principal objetivo é posse defitiva da área pelos moradores, já havia sido feita no bairro Bom Sucesso, durante a gestão anterior.

Leg